terça-feira, 20 de setembro de 2011

Como funciona a carreira de funcionário do Banco do Brasil.

Vou procurar ser simples e didático. Ao fazer concurso para o BB a pessoa está ingressando como escriturário. Este será o cargo conquistado no concurso e que vai acompanhar o funcionário o resto de sua vida laboral dentro do BB. Este é o único cargo efetivo, os demais são passageiros. São cargos de confiança.
Vou exemplificar. O funcionário será sempre ESCRITURÁRIO, como já disse. Depois de certo tempo ele demonstra intenção de ser guindado para um cargo de confiança, como por exemplo, Gerente de Carteira. Ele será convidado e o cargo é de confiança. Caso não desempenhe o cargo como é o esperado, ele pode perdê-lo. Volta a exercer o cargo de ESCRITURÁRIO. Supondo que o funcionário desempenhe o cargo de Gerente de Carteira a contento. Depois de um determinado tempo, ele pode pretender um cargo maior, como por exemplo, Gerente de Administração. Caso ele tenha pontos e desempenho melhor que os demais candidatos, ele será convidado, e assim por diante. Todos os cargos são de confiança. O único que é do funcionário, por concurso, é o de escriturário. A pessoa pode entrar no BB como escriturário e aposentar-se como escriturário. Depende de seu desempenho e de sua vontade em desempenhar cargos de maior responsabilidade.
Hoje em dia é muito comum pessoas não ambicionarem cargos nenhum e executarem seus serviços no horário de escriturário, isto é, 6 horas e 15 minutos por dia.

59 comentários:

Michalzeszen disse...

É um cargo interessante para quem não quer continuar no BB por muito tempo, seis horas diárias com o sálario de quase 2000 é excelente para fazer uma faculdade no interior!

vinicius nunes disse...

Muito interessante esse texto.

Professor, se puder esclareça-nos quanto ao que um escriturário faz na prática em um banco.

fabio disse...

Professor, o senhor pode falar mais sobre o plano de carreira (tempo médio para promoções, salarios, etc)?
Parabéns pelo texto!

Anônimo disse...

Também gostaria de saber o que faz um escriturário.
Além disso, gostaria de saber sobre os setores institucionais. Estou fazendo um curso superior em Ciência Política, caso eu passe no concurso, seria possível um encaminhamento a um setor da área?
Obrigada, ótimo texto!

Jonas Filho disse...

Vinicius,
Sobre o que um escriturário faz no banco. Todo serviço como abertura de conta, atendimento, venda de produtos, enfim, qualquer serviço de execução é atribuído ao escriturário. Existe um superior hierárquico que confere todo o serviço que o escriturário faz para que passe a ter validade. Evidente que com a tecnologia, a conferência é digital, através de senha.

Jonas Filho disse...

Fábio, existe um interstício mínimo de dois anos para qualquer tipo de promoção dentro da carreira de escriturário. O funcionário sempre será escriturário, mas poderá ser, conforme o seu desempenho, convidado a exercer cargos que recebem um ¨plus¨ em grana, mas que exigem mais da pessoa por ser cargo de confiança. Exemplo: gerente de contas, gerente administrativo, gerente de agência, etc. São cargos em que o escriturário "está", pois ele sempre será escriturário.

Jonas Filho disse...

Anônimo,
Sobre a parte institucional seria mais prudente se você acessasse o site do BB, que tem todas as informações que você precisa para seu curso. Quanto ao encaminhamento para área afim, a curto prazo não é possível. A nomeação do concursado se dá por ordem de classificação para a agência/departamento que solicitou e tinha a vaga. Um bacharel em direito pode ser direcionado para área de atendimento de clientes em uma agência. Uma médica (fato verídico) esteve por muito tempo ligada a uma agência fazendo serviços corriqueiros. Cerca de 4 anos após, conseguiu ser direcionada para a Cassi (Plano de Saúde dos funcionários). Vai depender do currículo e do interesse. Inicialmente, vai ter que ficar no setor/agência que foi nomeado. O restante depende de interesse, falar com a pessoa certa e uma boa dose de sorte.

Anônimo disse...

olá,
é possivel fazer fazer o concurso para as duas seleções externas: 1) a 2013/001 (que abarca Alagoas,Amazonas, Ceará, Paraíba e Paraná) e
2) 2013/002 (que abarca Acre, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Sergipe).
É possível???

Jonas Filho disse...

Se forem em datas diferentes, não tem porque haver impedimento. Conheço vários exemplos de pessoas que fizeram em São Paulo e Santa Catarina... e passaram nos dois.

Junior disse...

Professor, gostaria de saber se no dia-a-dia do banco o trabalho do escriturário é estressante, se há muita pressão,se envolve muito conhecimento de matemática. Grato desde já.

Jonas Filho disse...

Não considero estressante. Veja bem, você é pago para trabalhar 6 horas e 15 minutos. O que será exigido é que você dedique-se durante este período. É o mínimo que um patrão pode exigir do empregado, pois o salário vem integral no dia 20.
Quanto a cálculos: hoje está tudo embutido na calculadora financeira e previamente calculado nos softwares do banco. Cabe ao funcionário apenas impostar dados.
Vai tranquilo, meu caro!!!

Anônimo disse...

Olá, gostaria de saber se vale a pena cursar superior para fazer carreira dentro do banco? Por exemplo cursar administração, ou ciencias economicas ou contabeis. Qual seria o curso mais adequado? Ótimo texto, parabéns!

lisiane disse...

olá professor? andei pesquisando sobre escrituário e me interessei bastante. apesar de ter apenas o ensino médio quero concorrer a vaga. gostaria de saber o que mais devo estudar paa me sair bem na prova ? e tambem como me sair bem nesse cargo? parabéns

Jonas Filho disse...

Júnior,
O trabalho no BB é como em qualquer empresa. Você recebe um salário e tem que fazer jus a ele. A pressão somente existirá se o funcionário deixar de executar o serviço para o qual foi contratado. Isto vale para qualquer empresa do país. O serviço está todo informatizado e o conhecimento de matemática exigido é o mesmo do concurso.

Jonas Filho disse...

Anônimo,
Curso superior no BB serve para futuramente auxiliar em promoções. Os cursos indicados e que valem mais pontos é Administração, Economia e Ciências Contábeis.

Jonas Filho disse...

Lisiane,
Pesquise aqui no meu blog que tem uma cópia do edital. São aquelas matérias que serão exigidas nos concursos.

Anônimo disse...

Ola Sr Jonas estou com algumas duvidas sobre o BB e gostaria de uma luz do SR
- Sou formado em adm e com pos em MKT e experiencia profissional no varejo. teho 30 anos onde meus primeiros 4 anos eu trabalhei como vendedor e os ultimos 6 anos como gerente de loja
Duvidas:
- Ate que ponto minha formação academica e profissional em ajudaria a ser promovido no BB
- Quanto tempo essas promoções acontecem ?
- Essas promoções sao por meritocracia ou apenas por relacionamento ?
- Caso eu chegue a gerente de conta ou agencia, qual seria a remuneração e como isso ficaria na hora da aposentadoria?
Desde ja agradeçoa a atenção
Paulo R Fraga
ps: Quando sr responder o senhor poderia me avisar por email
paulor_fraga@yahoo.com.br



Miranda disse...

è possivel sonhar com uma carreira no BB fora do Brasil?

vitords2508 disse...

Professor,uma pergunta. Algumas faculdades, como administração, exigem estágio obrigatório para a formação do aluno. Esse cargo no banco pode ser considerado um estágio para a faculdade? Ou eu teria que sair do banco, fazer um estágio e depois presar novamente o concurso?

Jonas Filho disse...

Vitor,
Quando fiz faculdade de Administração (1997/2000)o fato de já trabalhar na área foi considerado como estágio. Nunca fiquei sabendo que alguma faculdade exigisse saída do emprego para estagiar. Fique tranquilo, o serviço bancário é considerado estágio em 99% das faculdades.

leonardo disse...

e cursos de tecnologia na area administrativa contam pontos iguais ao curso de bacharel?

Anônimo disse...

Colé cabrito!

lg disse...

Olá!
Vejo o concurso do BB como uma oportunidade de emprego fácil, comparado aos demais concursos, porém tenho receio de devido a nomeação ter que me mudar para outra cidade.
O senhor poderia me explicar como funciona as lotações? Resido em Indaial-SC e adquiri minha casas próprio recentemente, abrir mão dela ou alugar esta fora de cogitação.

Anônimo disse...

Bom dia prof. se eu fizer Gestão Bancaria e presta concurso qual area atuaria num banco?

Jonas Filho disse...

Os cursos realizados externamente, assim como suas experiências anteriores, não determinam onde será alocado. A chamada dos aprovados é por ordem de aprovação, assim, pode tanto trabalhar em setor interno, como em uma agência. Futuramente, essas experiências poderão ser úteis, conforme for demonstrado interesse na área desejada.

Anônimo disse...

boa noite professor! pretendo fazer o proximo concurso para o bb e gostaria de saber se posso aproveitar minha faculdade de direito futuramente dentro do banco?

Anônimo disse...

Sr. Jonas, boa tarde!
Estou em fase de estudos para uma possível seleção ainda esse ano. No caso, seria para atuar como escriturário. Ouvi muitas pessoas dizendo que o trabalhando nessa área é muito desgastante e estressante, devido ao cumprimento de determinadas metas. Gostaria de saber se isso é real e se vale a pena tentar ingressar na área? Compartilhe um pouco de sua experiência!

Desde já, grato!

Jonas Barbosa Leite Filho disse...

Trabalhar no Banco do Brasil não é "serviço público". É regido pela CLT, sendo, portanto, um emprego como qualquer outro, onde se espera que o seu serviço será proporcional aos rendimentos auferidos. Quem reclama é quem quer "emprego" e não uma troca: serviço por salários. Em qualquer lugar existem metas, que não são inexequíveis. Eu tenho um sebo em Curitiba. Tenho 4 empregados e todos tem metas a cumprir. Se o número de cadastramento não está compatível com o salário que pago, vou cobrar, é claro. Agora, existem pessoas mais empenhadas, que são aquelas que querem fazer carreira e existem pessoas que somente fazem o necessário, que são aquelas que não fazem questão de ascender em cargos dentro do banco. Estes segundos não podem reclamar quando os primeiros são promovidos, pois fizeram somente o necessário. Se vale a pena? Claro que vale. O melhor plano de saúde, melhor plano de aposentadoria, bom PLR, ajuda odontologia e todo dia 20 faça chuva ou faça sol, com crise ou sem crise, o salário está na conta. Caso tenha que trabalhar fora de hora, a hora extra será paga certinho. Quer mais?

Patricia M. disse...

Olá!
Jonas, gostaria de saber se existe possibilidade da convocação ser feita para trabalhar em áreas internas (administrativas/contábeis) fora das agências.
Agradeço a atenção.
Patricia M.

Jonas Filho disse...

Sim, existe.Depende de existir uma vaga quando chegar a hora de sua convocação.

Thiago disse...

Olá Jonas, tudo Bem?
Gostaria de saber mais sobre a chamada área de apoio no BB( cargos para quem nao tem perfil em vendas como: assessor analista, diretor...) tenho como objetivo entrar como escriturário mas seguir na área de apoio, inclusive mudarei meu curso de Ciência da Computação para Administração pois possuo desempenho melhor na área de planejamento. Se souber um básico sobre as funções, salário e quais delas necessitam da formação superior já ajuda bastante. Aguardo retorno, obrigado e Boa Noite!

Anônimo disse...

Olá Jonas,tudo bem?

Gostaria de saber para exercer a carreira de escriturário é preciso ter uma especialidade técnica em alguma aérea? Por exemplo: Técnica de vendas exige um conhecimento técnico?

Atenciosamente;
Leandro

Jonas Filho disse...

Thiago e Leandro,
Ao ingressar no BB não é possível escolher onde trabalhar. Se for para agência, terá que adaptar-se às vendas. Lá não existe isso de "não é meu perfil". Se você disser isto ao tomar posse, não irá emplacar os 90 dias de experiência. Somente após 2 anos como escriturário, e na mesma dependência, é que você poderá verificar o setor que gostaria de trabalhar e pedir transferência para lá ou, se for o caso, concorrer para cargos na área. Quanto a remuneração, estou defasado. Quanto a técnica de vendas, existem cursos na intranet do banco que os escriturários tem que fazer. Thiago, hoje com uma curso de Ciência da Computação, fica mais fácil ir para a área meia.

Anônimo disse...

Olá Jonas, ainda estou cursando o ensino médio e gostaria de saber como faço e quais cursos preciso pra trabalhar na área da administração no Bb?

Jonas Filho disse...

O ideal é administração de empresas, economia e ciências contábeis, mas não há garantia que irá trabalhar na área. A carreira e as oportunidades é que dirão.

Elton SDL disse...

Olá, Jonas. Sou escritor e estudante de psicologia, mas devido à greve das universidades federais e à necessidade de melhoria sócio-econômica com certa urgência, resolvi prestar concurso para o BB. Sendo sincero, sempre fui mais afeiçoado à área de humanas e tenho algumas dificuldades com cálculos e matemática como um todo. Fico preocupado com isso, caso eu passasse e trabalhasse no BB. Qual o nível de habilidade matemática exigido para o cargo de escriturário? É possível exercer o cargo mesmo sendo fraco na área numérica?
Agradeço.

Jonas Filho disse...

Fica tranquilo, Elton. É tudo automático. Você somente utilizará uma calculadora financeira quando for Gerente de Contas de Pessoa Jurídica, por exemplo. Antes disso, não se preocupe. Para seu governo, eu sou horrível em matemática e fui Auditor, Gerente, Chefe de Processamento de Dados...... Caso você demonstre vocação para área humanas, depois de um certo tempo é possível trabalhar na Gepes - Gestão de Pessoas.
Vai firme. É uma boa!!!!

Elton SDL disse...

Obrigado pela resposta, Jonas. Foi bastante encorajadora, esclarecedora e tranquilizadora. Agora farei a prova com menos receios de um possível futuro. :)
Forte abraço!

Rodrigo disse...

Jonas, bom dia!
Que bom que encontrei esse seu tira-dúvidas! Basicamente, a minha história é a seguinte. Sou formado em Engenharia de Produção há 8 anos, sempre trabalhei com gerencimento de projetos e tenho MBA em Gestão Empresarial. Tenho 31 anos. As perguntas que tenho inicialmente são:

1) Com 31 anos, curso superior e MBA, eu deveria me considerar "velho" para entrar no BB?
2) Existem dois tipos de carreia pelo o que entendi. A de Vendas, na agência e a de Apoio. A de Vendas está clara para mim, mas as áreas de apoio não. Por exemplo, eu sou engenheiro e uma funcionária do BB me disse que eu poderia ir para a área de Engenharia. O tem ideia do que seria essa área?

Muito obrigado pela atenção!

Henrique disse...

prezado,
eu ouvi muito dizer que no BB tem muita rotatividade de cidade,
quero dizer, que o funcionario X, a cada dois anos mais ou menos é realocado para outra cidade. Conheci um gerente de contas que ficava geralmente de um ano a 3 em uma cidade, e depois era enviado para outra agencia em outra cidade... Ou seja, ele praticamente não parou em uma cidade ao longo da carreira. Voce sabe me dizer como é isso? Realmente para trabalhar no BB a pessoa deve ser disposta a ficar mudando de cidade? Se ela quiser, ela pode passar a carreira na mesma cidade? É complicado? Se a pessoa quiser subir na carreira ela precisa abrir mão de seu endereço fixo?

Jonas Filho disse...

Henrique,
Vamos pegar 2 exemplos: minha filha e meu filho. Ambos estão há mais de 10 anos em Curitiba. Tomaram posse aqui e ficaram aqui. Ambos mudaram de localização porque quiseram. Quem muda muito é porque esta concorrendo a cargos e tem pressa em "subir" na carreira. É muito mais difícil fazer carreira na mesma localização. A exigência em alteração de localização somente é obrigatória quando se chega a cargos maiores, como Gerente de Agência, Gerente de Núcleo, etc.
Até o cargo de Assistente o funcionário pode se aposentar na mesma localização. A ambição, aliada com a pressa, é que exige mudanças, senão ninguém obriga mudar se a localização continuar existindo. Ela pode fechar, né?

sandro disse...

Olá, passei no concurso e estou aguardando ser chamado, atualmente estou cursando faculdade de engenharia agronômica. Eu tenho planos de assumir e buscar "crescer" dentro do banco. Então eu gostaria de saber quanto tempo e o que deve ser feito para chegar a um cargo de assessor de agronegócios, por exemplo? Também gostaria de saber se o meu curso pode contar "pontos" na promoção? ou ainda especializações que podem ser feitas para o cargo.
Eu quero saber se compensa investir em uma carreira bancaria, ou assumir e tentar passar em um concurso que seja especifico da minha área. Obrigado pelas suas dicas do blog.

Jonas Filho disse...

Sandro, é louvável sua intenção e objetivo. Primeiro: todo curso superior conta pontos para ascensão profissional. Os que mais contam pontos são Administração e Economia.Aí entra uma tabela regressiva. Não sei te informar onde está encaixado engenheiro agrônomo. Segundo: hoje em dia o Banco do Brasil utiliza dos serviços das entidades agrícolas oficiais para desempenho do papel do engenheiro agrônomo nos financiamentos rurais. No Paraná é a Emater. O BB não tem carreira de engenheiro agrônomo. Os conhecimentos de agronomia poderão ser úteis em uma Superintendência Estadual ou Regional em região eminentemente rural, mas não como cargo específico.
Na década de 70 fui Fiscal da Carteira Agrícola em Guaíra - PR. Este cargo foi extinto por reclamações da Associação do Engenheiros Agrônomos que exigia que este cargo deveria ser executado por um agrônomo, o que é muito justo.
O BB resolveu, então, terceirizar este serviço a criar uma carreira de agrônomos.Espero ter ajudado.
Boa sorte.

Anônimo disse...

Olá, gostaria de fazer uma pergunta. Atualmente faço faculdade de engenharia de produção e vejo que estão abertos postos de trabalho nessa área em bancos, estou pensando em investir no próximo concurso mas uma indagação me vem a cabeça: se eu for aprovada e estiver trabalhando o banco pode me oferecer estágio ou atividade próxima a área ( me disseram que é possível obter a carga horária do estágio trabalhando na área da faculdade), o BB oferece esse suporte ao funcionário??? Visto que ele incentiva o funcionáriova estudarconcedendo bolsas de graduação. Esse questão de conseguir a carga horário do estágio por vinculo na área é verdade ? E funcionário cursando adm, economia consegue estágio pelo BB mesmo ?

Aguardo anciosamente pela resposta !
Parabéns pelo blog.
Thamires.

Anônimo disse...

Sabe me dizer se também é valido para engenharia de produção ? Tenho visto atualmente vaga para engenheiros em banco. Obrigada.

Anônimo disse...

Por exemplo: ser aprovado e convocado no concurso, mas estou fazendo uma faculdade de engenharia, como faço para realizar o estágio obrigatório, se ouver possibilidade o BB me encaminha para a área ou perco o curso ? Como fica a questão do estágio de graduação dos funcionários ? Desde já obrigada !

Jonas Filho disse...

Sobre estágios da carreira, nas áreas de administração e economia não é exigido estágio, por isso não há problema. Quanto a engenharia da produção, somente se não interferir nas seis horas e quinze minutos do tempo de trabalho no banco. O banco incentiva que seus funcionários façam curso superior, desde que não atrapalhe sua lida diária. Engenharia, de modo geral, não é área de interesse do banco, a não ser em bancos que possuem concursos para carreira de engenheiros.

Jonas Filho disse...

Desculpem a demora para responder. Estive em um passeio de moto pela Serra da Canastra por dez dias e fiquei incomunicável.

Anônimo disse...

Jonas, soubemos que em breve teremos concurso para o Banco do Brasil. Fiquei interessado, porém, minha formação superior é Tec. Processamento de Dados, pelo Mackenzie, em SP. Isso me ajudará a galgar melhores cargos e salários? Quanto tempo até assumir um cargo melhor ( se for dedicado e exercer bem sua função )? Qual a sequência de carreira? Escriturário, Gerente de Contas, Gerente de Agência, Gerente Geral, etc... É muito difícil alcançá-las? Hoje, um gerente ganha em torno de quanto? Soube que escriturário será em torno de R$ 3.600,00.
Desculpa o volume de questionamento! Um abraço e muito obrigado!

Anônimo disse...

Olá Jonas!
Tenho 37 anos me interessei pelo cargo de escriturário possuo o ensino médio com essa idade e com essa escolaridade eu terei chance de ser chamada se passar no concurso?

Jonas Filho disse...

Você que tem formação em Tec. Processamento de Dados somente poderá vislumbrar alteração de localização funcional, isto é, para trabalhar nesta área, depois de 2 anos. Somente haverá exceção se você for considerado um gênio, mas estes são relocalizados em Brasília, pois é la que são gerados novos softwares e programas. A sequência para ascender a carreira é, via de regra, de 2 em 2 anos. Existe uma engano por parte de todos: escriturário é o cargo de todos durante toda a vida funcional. O empregado poderá ser nomeado para outro cargo (caixa, assistente, gerente de contas, gerente de administração, gerente, etc.) mas são cargos considerados de confiança, isto é, pode perder se não desempenhar a contento. No holerite o total recebido sai assim, mais ou menos:
Escriturário: R$ 2.500,00
Gerente de Contas: R$ 1.500,00.
.........
Assim, o cargo de escriturário é permanente.
Peço desculpas, mas estou há mais de 10 anos ausente e não fiquei atualizado quanto ao valor de cada cargo e não fico à vontade perguntado o valor do salário para os que conheço. O que posso informar é que as agências são divididas em classes e varia de uma para outra.

Quanto ao anônimo de 37 anos digo: se você passar você será chamada pela ordem de classificação, independente da idade. A idade é fator de desempate em caso de mesma pontuação. O mais velho é chamado primeiro.

NILTON disse...

Boa tarde Jonas, eu que pretendo fazer o concurso do BB gostei muito do seu tira duvidas. Por isso vou pedir uma orientação. Ja sou funcionário público Municipal, mas pretendo conquistar um cargo publico melhor. Hipoteticamente, no caso eu sendo aprovado no concurso do BB e sendo convocado eu terei que abrir do meu concurso atual. Meu medo é abir mão do meu concurso atual e depois não passar no período de experiencia (90 dias). Eu poderia pedir licença, nao demisão, do meu concurso atual e trabalhar os 90 dias? Para que se caso eu passasse no período de experiencia ficava no Banco, se não eu voltava pro meu antigo emprego. E como é avaliado o período de experiência?

Desde já obrigado.

Vinicius Veridiano disse...

Bom dia Jonas, gostaria de saber como funciona a carga horária de 6 horas e 15 minutos, por exemplo: horário de entrada, horário de almoço, horário de saída.

Jonas Filho disse...

Vinicius,
Vai depender da sua localização. Caso seja em agência, o horário, normalmente, é de 10:00 hs às 16:15 hs, na cidades maiores. Nas cidades menores, é de 09:00 hs às 15:15 hs, ambos os horários com um intervalo de 15 minutos para um lanche. O horário do lanche é combinado com os demais colegas para não interromper o atendimento. Este horário de 6 horas e 15 minutos, em situação normal, não pode ser fracionado. Em caso de prorrogação de expediente, tem que fracionar o horário, com intervalo mínimo de 1 hora.
Quando localizado em dependência cujo serviço seja interno (sem atendimento ao público) o horário vai depender da necessidade do setor ou da determinação da chefia. Independente se é agência ou setor interno, o que disse acima sobre as 6:15 horas vale para todos.
Tanto a entrada e saída são controlados por ponto eletrônico, isto é, tem que impostar a senha, a partir de então começa a contar sua jornada. Exceto por determinação superior, a saída que ser impostada dentro do horário determinada, senão causa problemas ao superior imediato (problemas com o sindicato).
Espero ter ajudado.

NILTON disse...

sou funcionário público Municipal, mas pretendo conquistar um cargo publico melhor. Hipoteticamente, no caso eu sendo aprovado no concurso do BB e sendo convocado eu terei que abrir do meu concurso atual. Meu medo é abir mão do meu concurso atual e depois não passar no período de experiencia (90 dias). Eu poderia pedir licença, nao demisão, do meu concurso atual e trabalhar os 90 dias? Para que se caso eu passasse no período de experiencia ficava no Banco, se não eu voltava pro meu antigo emprego. E como é avaliado o período de experiência?

Desde já obrigado.

Jonas Filho disse...

Nilton, não tem como ajeitar, não. Caso não passe no período de experiência, que eu saiba, não tem como retornar ao serviço concursado anteriormente. É muito difícil ser reprovado no período de experiência. Neste período de 90 dias são feitas várias avaliações corretivas com seu conhecimento. Na semana de curso de ingresso é tudo explicado e é só solicitar, caso o superior não diga como você está se portando, esta avaliação. Tem gerente que é folgado e esquece de fazer a avaliação periódica. Se isto ocorrer, tem que cobrar.

Ricardo disse...

Olá Jonas, adorei a postagem e os comentários. Atualmente tenho 21 anos, curso Análise e Desenvolvimento de Sistemas, porém não conforme os anos se passaram perdi o interesse pela área. Pretendo prestar concurso para escrituário, não ter trabalhado antes pode afetar meu desempenho, caso seja admitido?

Desde já, agradeço. Abraços!

Jonas Barbosa Leite Filho disse...

Ricardo,
Não é exigida experiência anterior. O Banco/CEF providencia a experiência através de cursos. Não se preocupe. Às vezes, é até melhor, pois não tem vícios anteriores. Abraços.

Anônimo disse...

Boa tarde!

sou do Rio de Janeiro-RJ e estou querendo iniciar um curso preparatório para o BB.
Jonas, saberia o melhor preparatório aqui no Rio ou virtual? Bem como apostilas?

Abraço.